Bem-vindo a Brasília

RadarCheguei a Brasília, depois de 1.150 km ao volante, no dia 31 de janeiro de 2007. No curto trajeto entre a entrada da cidade e a Esplanada dos Ministérios, recebi calorosas boas-vindas, mas só conheci o responsável pela gentileza um mês depois – e por carta. Ele foi tão gentil que me enviou, pelo correio, foto e descrição do momento:

  • Velocidade medida: 69 km/h.
  • Velocidade considerada: 62 km/h.
  • Velocidade permitida: 60 km/h.

No dia seguinte – também só fiquei sabendo depois – pediu que um colega reforçasse as boas-vindas no comecinho da N1. E outra cartinha, lembrando de tudo, não demorou a chegar:

  • Velocidade medida: 69 km/h.
  • Velocidade considerada: 62 km/h.
  • Velocidade permitida: 60 km/h.

Meus amigos, desses meus primeiros dias em Brasília, só posso dizer o seguinte: os radares da capital federal podem ser confiáveis, mas em termos de precisão boto todos no chinelo.

Anúncios

12 Respostas so far »

  1. 1

    André said,

    O que há com esse sistema de comentários? Achei que tivesse inaugurado o espaço, fui ver, não aceitou meu comentário… Esses brasilienses são todos uns neuróticos.

  2. 2

    Osama said,

    Pqp! Dirigir em Brasília é a coisa mais frustrante que existe! Há umas duas semana cheguei de São Paulo, na madrugada de segunda para terça, umas quatro horas. Nas ruas apenas algumas putas em fim de expediente e uns poucos notívagos. Entretanto lá estava eu, sozinho nas seis faixas do Eixo Monumental, a míseros 60km/h. Isso pq eu não queria receber as boas vindas…

  3. 3

    Jan said,

    Quando chego e vejo o vigia da noite do prédio – que fica sempre no portão naquela conversa com os porteiros vizinhos – correndo na minha frente em direção à sua mesinha, já sei que só podem ser duas coisas: ou encomenda do Submarino ou aquele malfadado papelzinho do Departamento de Trânsito do Distrito Federal. Ontem chegou mais um. Abro logo o envelope tentando localizar o momento e a hora da nova infração. Mas é figurinha repetida, por assim dizer. O que chegou foi “apenas” a cobrança. Com 20% de desconto até o vencimento – uau!

  4. 4

    Cris said,

    Oiê…
    Faz uns 1o dias que tive que ir até BSB, mas fiquei só uma tarde aí. A outra vez em que fui era adolescente…faz mais de treze anos.
    Puxa, fiquei com vontade ficar mais tempo na city, espero que na próxima vá com mias calma.

    beijos e gostei do blog.

    Cris

    (cheguei aqui pelo “www.joselitando.blogspot.com”)

  5. 5

    […] · Arquivado em Uncategorized Só faltava mesmo eu morrer aqui. Começar com duas multas de boas-vindas e terminar com uma tragédia na piscina seria uma trajetória realmente épica. Uma caixa craniana […]

  6. 6

    […] exatamente um ano, um Palio vermelho entrava em alta velocidade (62 km/h) na capital, carregando um cidadão com um estranho projeto na cabeça. De lá para cá, foram […]

  7. 7

    Mineiro said,

    Bom Dia !

    Em brasilia não utilizamos bozina, a progapagando que da meninha falando que o cidadão não é de Brasilia, porque aqui não se usa buzina, venham para a Asa Sul, fiquem no comércio das entre quadras pelo menos 10 minutos o que não se vê é um minuto sem buzina, que os funcionarios do comércio são obrigados a escutar o tempo todo, ainda vem com essa propaganda, foi muito infeliz o criador da mesma….

  8. 8

    […] troca de carro, troca de endereço. Passa a falar de outros assuntos. Aprende a se situar, a andar na linha e a superar obstáculos. Até começa ase alimentar melhor. Em respeito ao movimento incessante da […]

  9. 9

    christ said,

    transito em brasilia, um caos, povo piorou, nao sabem dirigir, pensam que sao donos da rua, nao ligam seta, fazem zigue zague todo o tempo.
    sem falar nessa tal tesourinha, que nao tem nada escrito no codigo de transito, errou da um monte de volta, e as siglas até entender essa merda, deixa vc louca.
    pra ser sincero desisto. eta lugar ruim pra viver.
    bom proveito pra quem fica, baixo salario, morar mal,transito caotico, e sonhar com emprego publico para melhorar a vida.
    como se em outra cidade, nao fosse possivel atingir seus objetivos.
    fui………..

  10. 11

    […] por aqui há tempo suficiente para ter vivido muitas primeiras vezes em solo brasiliense. Primeira multa, primeiro Dia dos Pais, primeiro Ano do Boi… Pois nesta sexta-feira vou para minha estréia […]

  11. 12

    romeu said,

    Bsb nao é pra qualquer um. Primeiro vc tem que ser bom motorista. segundo vc tem que se inteirar do esquema da cidade (mapas e etc. nao me venha falando mal das siglas das placas. voce tem é que entende-las antes de sair por ai quebrando cabeça) no mais é preciso agilidade, reflexo rapido, vista boa, olho nas placas e nos pardais. mas depois que vc pega o jeito é maravilhoso dirigir dentro de um cartao ´postal, com arvores e jardins pra todo lado, os motoristas da capital federal ganham em educaçao de todas as capitais que conheço! Boa sorte, curta a bela e moderna e diferente capital de todos os brasileiros. Deixe o seu preconceito na sua cidadezinha natal ou na sua antigona capital estadual, que com certeza tem o pior transito do mundo. Falei, Viva Brasilia.


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: