Sentando praça na cavalaria

São Jorge: para animar a festaDo enviado especial ao Rio

Reclamo da vida em Brasília, mas a verdade é que, nos meus quase três meses de exílio, nunca trabalhei à noite ou num feriado. Pois meu Dia de São Jorge terminou assim: na labuta. Saí de casa às 16h40, pronto para dar sangue e suor no cumprimento do meu dever funcional. Pouco antes das 19h, depois de uma escala, cheguei ao local de trabalho, onde a turba aglomerada anunciava uma longa jornada noite adentro…

Foi duro, meus amigos. Manter o pique diante dos Jorges Benjor, Mautner, Aragão e, vá lá, Vercilo, não é para qualquer um, não. Nem com a cerveja e a batatinha frita da área reservada. A camisa encharcada é prova do tanto que suei. O sangue vai ficar para outro dia.

Anúncios

1 Response so far »

  1. 1

    […] – Los Tres “Fast car” – Tracy Chapman “Marmelade” – System of a Down “Ponta de lança africano (Umbabarauma)” – Jorge Ben “Samba do avião” – Baden Powell (Tom Jobim) “Televisão de […]


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: