5.500

Tudo é relativoFalar de servidor público – e, especificamente, de sua remuneração – é um risco desnecessário. Para políticos, é mexer num vespeiro lotado de potenciais eleitores; para o cidadão comum, é comentar sobre um possível objetivo de vida, pessoal ou familiar. Um comentário solto no ar, preferencialmente malicioso, ainda passa, mas uma crítica mais corpulenta, e pública, não se recomenda a ninguém. A saravaida de contra-argumentos, nem todos razoáveis, é somente para aqueles de paciência vasta e estômago forte. É, portanto, sem abandonar a deliciosa conveniência da omissão, que reproduzo aqui uma frase, completamente descontextualizada, ouvida por uma amiga, de um representante de categoria de nível intermediário, à luz da recém-encerrada rodada de negociações salariais no âmbito do serviço público federal: “Cinco mil e quinhentos reais mal dão para viver.” E, por hoje, é só.

Anúncios

6 Respostas so far »

  1. 1

    McFly said,

    5.500 mal dão pra viver???

    Só se este representante insano da categoria estiver falando de “5.500 menores prostituídas que dão (no mau sentido mesmo) pra viver mal” num interior do mesmo país em que ele não senta a bunda da cadeira pra cursar uma faculdade e pleitear remuneração de nível superior elutar como homem pra diminuir esses absurdos! putz… exagerei, né?

    Por isso, fizemos um blog só pra falar besteira… às vezes a realidade é tão trágica que até seria cômica!

    Obrigado pela visita!

  2. 2

    Trovão said,

    Depois de anos malhando o funcionalismo – e depois também de um concurso público – meu único comentário sobre os 5.500 é: “eu ainda chego lá”.

  3. 3

    André said,

    Minha perplexidade não é com o comentário da colega, é com o do McFly. Cinco e meio é sem nível superior?

  4. 4

    […] 5, 2008 · Arquivado em Luxúria O assunto “remuneração em Brasília” enseja, invariavelmente, perguntas sobre custo de vida. Uma das teses por trás das […]

  5. 5

    rchia said,

    André: R$ 5.500 é uma proposta para um cargo de nível intermediário, ou seja, com exigência apenas de ensino médio completo. Muitos ocupantes têm curso superior, o que, a meu ver, não muda a natureza do cargo.
    Abraço.

  6. 6

    Ana Silvia said,

    É. (ponto)


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: