Gota

A desintegração da persistência da memória, 1954Ouvir comentários surreais, aqui no DF, não é exatamente incomum. Por vezes, entretanto, a pérola atinge um nível tão elevado que a única providência adequada é imortalizá-la. Na falta de uma placa de bronze, a opção é gravá-la em meio a estas besteiras capitais, na esperança de que as gerações futuras possam travar contato com a sensatez, erudição e propriedade de seu conteúdo. Sem contexto, delongas ou explicações adicionais, aproveite:

“Com um salário de nove mil, no Rio, só dá para morar na favela.”
Anônimo, em 14 de dezembro de 2008

Anúncios

2 Respostas so far »

  1. 1

    Esse deve ser irmão do cara que disse que que 5500 não se vive em Brasilia… balela 😛

  2. 2

    ReMoTa said,

    Ao menos, esses “pobres cidadãos” têm a melhor vista do Rio. Coitadinhos, eles têm que ter algo em que se apegar, né?


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: