Insetos me mordam

Foto de delegaciaPrimavera: época de intenso contato do brasiliense com a natureza. Um freguês desvia-se dos besouros à mesa do bar, uma moçoila destemida caça cigarras na sala de aula, um casal desdobra-se para proteger os pratos das moscas que tomam de assalto o apartamento. Mas nada – nada – se compara à interação do pobre estudante de direito com um inseto não-identificado, que, em plena prova de Contratos, realiza um vôo rasante, de ponto desconhecido ao lábio inferior do incauto examinando. Um instante para retomar o rumo e, então, vida que segue:

“A adulabilidade dão bem eveito andes de julbada por zendenza…”

Anúncios

1 Response so far »

  1. 1

    Bel said,

    Eu sofro nessa época do ano… tenho pânico de cigarra, acredita? Uma vez dormi na sala porque uma estava no meu quarto…


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: