Archive for junho, 2010

Patriotismo

Salve lindo pendão da esperança!Copa do Mundo, como se sabe, é aquele evento quadrienal que une brasileiros de todos os tons e matizes em torno da seleção. Servidores fantasmas, fraudadores da Previdência, parlamentares corruptos, sonegadores e furadores de fila em geral, subitamente dominados por um irresistível sentimento patriótico, vestem a camisa amarelinha e desfraldam o estandarte nacional, para um mês de congregação cívica e torcida pelo país.

A bandeira, aliás, é o símbolo preferido, enfeitando ruas, janelas e capôs de carros. É também a negação da máxima de que amor à pátria não se compra. Não só se compra, como o freguês ainda pode escolher o tamanho, o material e a forma de fixação, para pagamento à vista ou em três vezes sem juros.

E sem nota leva um descontinho especial.

Leave a comment »

Fim do Universo

Universo, só pelo telescópioPode-se dizer muita coisa do senador Wellington Salgado de Oliveira (PMDB-MG), menos que lhe falte um senso apurado de marketing. O nome de seu conglomerado de ensino superior – Universo – não deixa margem a dúvidas. “Universo continua se expandindo”, anunciaria uma manchete sobre a chegada da instituição a mais um município brasileiro (hoje são oito). “A origem do Universo”, estamparia na capa um livro contando a história da universidade.

Mas e quando se descobre que a equipe patrocinada pelo grupo (Universo/BRB), justamente após a conquista da Liga Nacional de Basquete este mês, abandonará Brasília para retornar à sua base eleitoral em Uberlândia?

A primeira versão é de que o time não deixará de existir; apenas perderá o principal patrocinador e todas as estrelas do último campeonato. Especula-se até que o outro mecenas, o banco BRB, permanecerá na empreitada esportiva, agora ladeado pela empresa de telefonia GVT. Será, portanto, o grandioso BRB/GVT.

Sempre ligado em você.

Leave a comment »

Voa, canarinho, voa

A bola vai rolarJá estou por aqui há tempo suficiente para ter vivido muitas primeiras vezes em solo brasiliense. Primeira multa, primeiro Dia dos Pais, primeiro Ano do Boi… Pois nesta sexta-feira vou para minha estréia em Copa do Mundo. E com uma estranha sensação.

As ruas estão decoradas com fitinhas verdes e amarelas, os carros levam bandeirinhas nas janelas, bares e restaurantes instalam telões para atrair a freguesia. Meninas e marmanjos trocam as últimas figurinhas, colegas de trabalho congestionam sites de bolão, órgãos públicos divulgam horários especiais para os dias de jogo do Brasil. Tudo muito normal.

Mas há alguma coisa – além de Kleberson, Josué e Gilberto Silva – fora do lugar.

Pensando bem, se a seleção pode ser campeã com sete volantes, por que não acreditar numa festa animada em Brasília, apesar da minha má vontade? Que role a bola!

Comments (2) »

Capaz

Pela dignidade da pessoa humana!Além das numerosas opções habituais de lazer ofertadas a seus moradores, Brasília ainda pode se vangloriar de eventos esporádicos, como as muitas feiras regionais que recebe. Desde o dia 3, por exemplo, os moradores da capital divertem-se na autoexplicativa Expotchê, montada no Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade. Pela bagatela de R$ 14, o visitante tem acesso a comidas que encontraria pela metade do preço nos restaurantes da cidade, produtos típicos estranhamente familiares e uma variedade de atrações exclusivas só vistas em outras feiras com foco na tradição gaúcha, como a Expo Brasil Sul, Expominas, Expo Nordeste…

É bem verdade que a Expotchê traz também uma seleção musical única. Depois da abertura a cargo do grupo Chimarruts, o brasiliense curte, até o dia 11, Teixeirinha Filho, Os Serranos, Kleiton e Kledir, Pouca Vogal e Vera Loca. Tenso, guri!

Leave a comment »