Archive for novembro, 2010

Só sucesso

Uma bomba!Depois de Black Eyed Peas, Green Day e Cranberries, Brasília receberá, nesta sexta, ninguém mais, ninguém menos que… Double You! O grupo do quarentão angloitaliano William Naraine se apresentará no Brasília Hall, como atração musical da festa Escuta o Cheiro com Dudu Camargo, promovida pelo onipresente, ahm, Dudu Camargo. Para ouvir as inesquecíveis canções dos anos 90, os brasilienses terão de pagar a partir de R$ 250 por cabeça, preço que inclui, segundo a divulgação do evento, “open bar” e “open food”. Nas palavras inspiradoras do próprio Naraineda KC and the Sunshine Band: please don’t go… don’t go…

Anúncios

Comments (1) »

A sombra de São Paulo

Mau (ou bom?) exemploO prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, regulamentou na semana passada a Lei 15.234/2010, que, entre outras providências, cria a figura do IPTU progressivo para imóveis que não cumprem a função social da propriedade urbana. Inicialmente, a regra vale para o perímetro da Operação Urbana Consorciada Centro e para as Zonas Especiais de Interesse Social 2 e 3. Na prática, imóveis vazios ou não-utilizados nessas regiões terão a alíquota do IPTU dobrada a cada ano que permanecerem nessa condição, até o limite de 15%. Após cinco anos, poderão ser desapropriados, com pagamento em títulos da dívida pública.

A Câmara Legislativa e o Governo do Distrito Federal bem poderiam seguir o exemplo de São Paulo. Imobiliárias, corretores e proprietários provavelmente nem reclamariam, já que, aqui, pelo que dizem com absoluta convicção, imóvel não fica vazio. Na verdade, aliás, falta imóvel disponível, o que justifica o crescimento esplendoroso e infindável do mercado. Seria apenas uma lei dispensável que não produziria qualquer efeito prático. Mas, claro, isso pode ser só especulação.

Leave a comment »

Adelaide, ô

Com todo o respeitoA Feira do Paraguai, também denominada educadamente Feira dos Importados, é um lugar onde se compra de equipamento de pesca a notebooks. É também, há anos, referência nas últimas novidades em contrabando, falsificação e pirataria, mas, por razões insondáveis, funciona na mais perfeita legalidade, sancionada pelas autoridades do Distrito Federal desde 1997. Se o brasiliense não sabe o que fazer no fim de semana, ou seja, de sete em sete dias, dá um pulinho na feira, nem que seja para comprar um prendedor de cabelo e comer no… Giraffas. O resultado pode ser conferido no trânsito infernal que toma conta da região: clássicas Panoramas e reluzentes BMW X5 se digladiam por qualquer naco de terra para estacionar.

Perrengues e contradições à parte, a Feira dos Importados, longe de envergonhar o brasiliense, é quase um patrimônio da cidade. Quase porque patrimônio, segundo a Receita Federal, deve ser declarado. Aí, já viu…

Comments (4) »

Deu zebra (III)

Liberdade para os animaisAs zebras estão soltas! Os exóticos animais, conhecidos por cumprirem trajetos pouco ortodoxos, saíram do controle nos últimos dias, protagonizando incidentes preocupantes nas ruas da capital. No primeiro, a zebrinha deixou a pista, derrubou uma cerca, driblou árvores e só parou no prédio da administração do Parque Olhos D’Água. No segundo, bateu num carro e quase invadiu o estacionamento de um colégio, sendo detida a meio caminho por um muro gradeado. A surpresa, no entanto, não procede: querer passear no parque é mais do que, ahm, natural, e tentar uma, ahm, vaga na escola não deixa de ser previsível para quem passa a vida toda escutando que “é uma zebra!”.

Leave a comment »