XXXIV

GeléiaQuando o Pearl Jam lançou Ten, em 1991, bandas como Led Zeppelin, Pink Floyd, Black Sabbath e The Who transitavam entre os rótulos de “clássicos” e “velharias”. O CD só então começava a se popularizar no Brasil. Cartola eram um tipo de chapéu; os Mutantes, os X-Men; e Chico Buarque, um morador do Leblon. Cantarolar os versos de Alive foi então a opção mais saudável entre a rendição total à geração MTV e a audácia de penetrar o rock clássico ou a MPB. O disco sobreviveu às centenas de tocadas e até hoje faz parte da minha coleção. De repente, já se passaram vinte anos, e o resto, qualquer um que domine as operações básicas da soma e da subtração pode concluir por conta própria.

Anúncios

1 Response so far »

  1. 1

    Bel said,

    Em 2005 fui à Sampa pra assistir Pearl Jam. E já ouvi dizer que esse ano eles voltam ao país e, possivelmente, vem à capital federal. Será? Estou torcendo!


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: