Operação Obama

Bem-vindoMendigos, prostitutas e pessoas suspeitas em geral sumiram, nos últimos dias, dos arredores da Esplanada dos Ministérios. Aparentemente, todos resolveram tirar férias voluntárias, em respeito à presença do presidente americano, Barack Obama, no Brasil. E os governos federal e distrital também se mexeram. Quem acha impressionante a mobilização de 1.100 policiais civis e militares, 50 bombeiros, oito aeronaves de diversas forças e cinco lanchas, sem contar o efetivo secreto da Polícia Federal, é porque não viu o batalhão de pintores de meio-fio e aparadores de grama que tem desfilado pelos pontos que poderão cruzar os olhos de Obama. Tudo isso, naturalmente, para mostrar a verdadeira Brasília ao presidente havaiano e à sua turma de assessores e atiradores de elite com passe livre para se instalar nos prédios da capital.

Já quem pretende ver Obama de perto deve se preparar. Neste sábado, a circulação na Esplanada só poderá ser feita a pé e, mesmo assim, até pontos determinados, onde policiais estarão posicionados para restringir o acesso, com a resposta para as reclamações na ponta da língua: “Não podemos fazer nada.” Ao que o povão da oitavasétima maior economia do mundo certamente reagirá na maior elegância: YES, WE CAN! YES WE CAN!

Anúncios

1 Response so far »

  1. 1

    rmoraes said,

    Aqui no Rio, se fosse mesmo haver o tal discurso do Obama na Cinelândia, iam fechar o comércio (até o Amarelinho), fechar o Metrô Cinelândia – os trêns não passariam na estação – e revistar todo mundo com detector de metais.

    Quantas leis o Estado tem de infringir para proibir um restaurante de produzir (e ganhar dinheiro honestamente) e para proibir as pessoas de usarem um de seus principais transportes de massa?

    Alguém com um mínimo de bom senso deve ter percebido que a história dos detectores e metais e as miras dos franco-atiradores sobre a população ia acabar rendendo ovo para o presidente americano.

    Por mais simpático que seja Obama, o histórico da Cinelândia é de manifestações contra abusos de governo – e talvez aparecesse alguém querendo preservar a tradição.


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: