Archive for maio, 2010

Em greve

Pela dignidade da pessoa humana!Sem alternativa diante do descaso e da insensibilidade do governo, o Dores Capitais declara-se em greve, recurso extremo na esperança de ver suas justas reivindicações atendidas. A demanda visa à reparação de prejuízos históricos, à valorização profissional, à preservação da qualidade de vida e, principalmente, à prestação de um serviço mais eficiente ao cidadão. Até a obtenção de uma garantia de cumprimento integral das demandas, o blogue manterá, em respeito à legislação e à população, 30% de seu efetivo trabalhando.

Pauta de exigências
Reposição da inflação, mais aumento real de 25%
Redução da jornada de oito para seis horas
Horário flexível e
home office
Adicional de capacitação de até 50% sobre a remuneração
Atualização do auxílio-alimentação para R$ 750
Recesso de 60 dias (úteis)
Berçário, creche e bolsa-educação até o nível superior
Adicional de periculosidade, porte de arma e apoio psicológico
Serviço de
valet parking

Anúncios

Comments (1) »

Pai é quem copia

Pai rumo à LERDepois de dois meses de férias forçadas, somadas às regulamentares, é difícil retomar o ritmo de estudante anacrônico. No entanto, mesmo entre uma bocejada aqui, uma distração ali, sou ocasionalmente brindado com uma cena que vale a pena. Por exemplo, o senhor magro de cabelos brancos interpelando o professor, com extrema educação e nenhum constrangimento. “Com licença. Sou pai de um aluno. Ele está viajando, então queria saber se eu poderia…” Sim, meu senhor, fique à vontade para assistir à aula e copiar a matéria para seu dileto rebento.

E assim tem feito o paizão, de dia e de noite, desde que a UnB voltou às aulas.

Comments (1) »

Azul da cor do mar (que mar?)

Tuuuuudo azuuuuul...Os brasilienses estão em polvorosa com a notícia de que, em breve, a Azul começará a operar vôos de/para o Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek. A felicidade, garantem os orgulhosos candangos, não tem a ver com um desejo inconfessável de escapar na primeira oportunidade. É apenas que, agora, haverá mais chances de economizar. Por enquanto, com vôos previstos somente para Campinas, poupar será uma mera opção. Com a ampliação dos destinos, contudo, a economia se tornará obrigação. E o brasiliense, resignado, irá. Muito obrigado.

Leave a comment »

Mães do dia

Mãe, só tem uma!Não raro me pego imaginando como minha mãe se sairia em Brasília. Certamente as distâncias incentivariam o sedentarismo. A discrição dos vizinhos, por sua vez, contrastaria com a conversa fácil e a voz a todo volume. O sol em brasa exigiria cuidados; a seca, hidratação dobrada. Os endereços deixariam a velha doida de vez…

Ainda assim, talvez a tranqüilidade, as piadas prontas e, sobretudo, o fascinante mundo dos restaurantes subsidiados tornassem uma estada prolongada relativamente prazerosa. Ou não.

Dizem por aí que Brasília é uma grande mãe. Pois eu duvido que seja, no simbolismo ou nas proporções, páreo para a minha.

Comments (1) »

Omnibus

Mãos ao alto!Com todo o respeito ao sofrimento diário dos trabalhadores sem opção, entrar num ônibus, ainda que para enfrentar os apertos e calores dos horários mais críticos, pode ser um alento. No coletivo, vêem-se pessoas de verdade; castigadas, distraídas, indolentes, excêntricas, mas sempre incrivelmente reais. É um cenário à margem dos bloquinhos de montar, do consumismo desenfreado, das necessidades febris de roteiros inevitáveis. E de janelas abertas.

Comments (3) »