Archive for setembro, 2007

Chupa que a laranja é doce

O Ministério da Saúde adverteMinha receita de suco de laranja é simples: esprema um número qualquer de laranjas e beba. Pois, na esplicondrífica realidade candanga, a bebida leva, por definição, gelo e açúcar. O indivíduo diabético vai ao restaurante, pede um suco de laranja e embarca numa crise de hiperglicemia. Dias depois, ao voltar ao local para reclamar, toma um pito do garçom: “Meu senhor, quando quiser sem açúcar, peça natural”.

p.s.: A vida dos hipertensos também não é fácil. Com a baixa umidade do ar, os saleiros de Brasília carecem daquele saudável entupimento que, na orla do Rio, costuma salvar as batatas fritas do afogamento.

Anúncios

Comments (1) »

Sobre a política

Aristóteles, Platão, Sófocles ou algum outro grego barbudoHá uns vinte dias, se Renan Calheiros, Arlindo Chinaglia, Dilma Rousseff, Tarso Genro, Nelson Jobim e Paulo Vannuchi quisessem falar comigo, teriam de olhar para cima. Até o presidente Lula! Por um acaso funcional, fui parar no mezanino do 3º andar do Palácio do Planalto, no momento exato em que as referidas autoridades, um pavimento abaixo, participavam do lançamento do livro Direito à memória e à verdade. Parado ali, atrás do parapeito, deleitando-me com a proximidade do poder, pensei, depois de sete meses na capital, em política. Alianças, acordos, disputas, manobras, traições. Avanços e retrocessos. Uma realidade complexa – e ainda preocupante – que exige discernimento e participação. Naquele momento-chave, de tomada de consciência, ouvi nitidamente o chamado de uma voz virtuosa:

“O senhor pode aguardar no sofá?”

Comments (2) »

Peças raras

MiauZoé é uma peça rara. Os classificados do Dia da Independência não me deixam mentir: 15 anúncios de cães e nenhum de outros animais. (Sim, Zoé não passa de um “outro animal”, categoria que costuma juntar no mesmo saco seres tão distintos quanto canários e cavalos.) O brasiliense, não resta dúvida, prefere companhias caninas – uma contradição em termos. O cidadão pintado como fechado e individualista morre de amores pelos carinhosos e dependentes cachorros. Não que minha predileção, até aqui, tenha sido muito diferente. Acontece que, como disse antes, Zoé é uma peça rara. E não somos todos?

Comments (3) »

Figurado e literal

Temperatura alta na EsplanadaO fim de semana foi agitado na região central de Brasília. Nas proximidades da Torre de TV, como parte das comemorações dos 60 anos do Sesc, aconteceu uma apresentação ao ar livre da ópera Carmen, de Bizet. Entre os blocos M e N da Esplanada, na abertura das festividades da Semana da Pátria, o Ministério da Defesa promoveu uma exposição de material militar das três Forças Armadas. Isso sem falar na 26ª Feira do Livro de Brasília, no shopping Pátio Brasil, e na última etapa do Campeonato Brasileiro de Asa-Delta. Mas a coisa pegou fogo mesmo nas imediações do Palácio do Planalto. Por sorte, bombeiros do 1º Batalhão de Incêndio, vizinho do presidente, debelaram as chamas em pouco mais de uma hora.

Comments (2) »